Jamstack: Benefícios, contras, história e mais

O movimento Jamstack continua a evoluir e ganhar popularidade. E se você ainda não tem certeza sobre tudo isso, aqui está tudo o que você precisa saber sobre essa abordagem moderna de desenvolvimento web.

Jamstack é a maneira moderna de criar sites e aplicativos. Porque oferece um desempenho geral melhor do que os sites tradicionais. Além de outras vantagens e redução de custos.

O objetivo é carregar primeiro um site HTM estático e, em seguida, aprimorar progressivamente o site e a experiência do usuário. Isso resulta em páginas de carregamento super rápido, que posteriormente podem carregar imagens e outros conteúdos dinâmicos conforme necessário.

O Jamstack é uma abordagem prática para o desenvolvimento web que oferece vantagens tanto para os proprietários do site quanto para os visitantes. Mas, embora seja um desenvolvimento incrível, ainda não é perfeito para todos os tipos de sites.

Este post analisa a história e os diferentes recursos da revolução Jamstack, para descobrir o que ela pode fazer por você e sua empresa.

Um pouco da história do Jamstack

Servidores da Web originalmente serviam páginas estáticas desde a década de 1980, até que o script do lado do servidor ganhou popularidade e os sites dinâmicos se tornaram o padrão de desenvolvimento de fato no início dos anos 2000.

Com o crescimento da Internet, porém, as otimizações se tornaram necessárias para economizar custos e alcançar mais visitantes. Isso levou ao uso de cache de sites, redes de entrega de conteúdo e otimizações de mídia.

Além de tudo isso, os computadores pessoais estavam ficando mais poderosos e cada vez mais a carga de trabalho estava sendo transferida para o front-end para execução de JavaScript. Isso levou ao desenvolvimento de muitas novas tecnologias, como jQuery, e posteriormente para Angular, React JS, Vue e outras bibliotecas JavaScript.

Os 3 pilares do Jamstack

O Jamstack deve a sua evolução a três tecnologias diferentes mas complementares, sem as quais seria impossível. Essas tecnologias são JavaScript, Markup e APIs. Contribuem com as 3 iniciais que formam o JAM no Jamstack; J para JavaScript, A para APIs e M para marcação.

Aqui está uma visão mais detalhada de cada uma dessas tecnologias e o que elas trazem para o ecossistema Jamstack.

  • JavaScript – JavaScript é uma linguagem de script interpretada do lado do cliente, embora estruturas como Node.js agora disponibilizem o mecanismo para script do lado do servidor também. Ser do lado do cliente significa que qualquer código JavaScript que você escrever para um site será executado depois que a página for carregada no navegador de um visitante da web.

    Ser uma linguagem interpretada significa que o código é fornecido 'como está' na página da Web e não compilado de antemão como em linguagens como C e C++. Todos os navegadores populares suportam a linguagem JavaScript, embora houvesse diferenças em suas interpretações no passado. Essa foi a situação que levou ao desenvolvimento de frameworks como jQuery para cuidar de todos esses problemas.

    Hoje, muitos frameworks modernos tornam ainda mais fácil fazer coisas incríveis com JavaScript e por menos tempo e aborrecimento que você precisava inicialmente. Algumas estruturas como Next.js e Vue incluem recursos que tornam o desenvolvimento de interface do usuário com JavaScript muito fácil. E isso contribuiu enormemente para a revolução Jamstack.
  • APIs – A API ou Interface de Programação de Aplicativos é o mais novo desses 3 pilares do ecossistema Jamstack. É um desenvolvimento tecnológico que surgiu da Internet, com o objetivo de facilitar a vida dos programadores.

    As APIs permitem que você consulte e obtenha informações de uma variedade de recursos da Web, simplesmente usando o endereço da Web ou URL desse recurso e mantendo seus protocolos especificados. Começou como um meio de interagir com um site sem usar um navegador tradicional, mas evoluiu.

    Hoje, as APIs oferecem vários serviços, incluindo banco de dados, como o serviço Firebase, serviços meteorológicos, serviços financeiros, reservas, dados de crimes, dados de voos, serviços de conversão de texto em fala, conversões de taxas de câmbio e assim por diante.

    Esse desenvolvimento de API facilita a substituição de sites tradicionais dependentes de banco de dados por sistemas desacoplados que podem obter suas informações de fontes de API. Um site Jamstack pode carregar os dados da API durante sua execução de compilação de arquivos estáticos. Ou pode carregar um site HTML simples e usar JavaScript para carregar qualquer recurso de que precise quando precisar.

    Além disso, vale a pena notar que uma API não deve ser pública ou externa. Você pode usar qualquer serviço de sua escolha ou criar o seu específico para o seu site. As funções sem servidor também se tornaram populares como fonte de API para sites Jamstack. E por boas razões, que você verá a seguir.
  • Remarcação – Uma linguagem de marcação é qualquer convenção de computador que usa marcas para definir os elementos em um documento. A linguagem de marcação mais popular é a HyperText Markup Language ou HTML, que roda a maior parte da web.

    O objetivo da marcação no Jamstack é definir o layout de uma página da Web ou aplicativo. Isso significa colocar os itens nas posições corretas, incluindo caixas, áreas de texto, imagens, cabeçalho e assim por diante. Essa página sem script é chamada de site estático.

    No entanto, você pode codificar um site Jamstack diretamente em HTML ou usar outras linguagens e plataformas, como um gerador de site estático. Muitos desses geradores de sites estáticos aceitam HTML e linguagens de remarcação.

Sites estáticos x dinâmicos

A velocidade de carregamento do site é importante para uma boa experiência do usuário e, portanto, tornou-se parte Principais vitais da web do Google, que são fatores de classificação para resultados de pesquisa. A maneira do Jamstack é carregar um site estático o mais rápido possível e adicionar extras conforme necessário, geralmente usando JavaScript e APIs.

Hospedar um site estático também significa que seu servidor está fazendo menos trabalho. E a economia é tanta que um serviço como Netlify oferece hospedagem gratuita de sites estáticos. Sites estáticos também são mais fáceis de criar e implantar do que sites dinâmicos.

No entanto, sites dinâmicos também têm certas vantagens, como facilidade de edição, mais funcionalidade e recursos como perfis de usuário e contas. Isso torna os sites dinâmicos geralmente melhores para projetos mais complexos. Pelo menos, por enquanto.

Benefícios dos sites Jamstack

Os sites Jamstack oferecem muitas vantagens em relação aos tradicionais. E essas vantagens contribuem para sua crescente popularidade. Em segundo lugar, a maioria dessas vantagens está alinhada com as práticas modernas de desenvolvimento web. E isso torna o Jamstack uma forma moderna de desenvolver sites e aplicativos.

Aqui estão alguns benefícios que você pode esperar da aplicação dos princípios do Jamstack:

  • Velocidades de carregamento rápido – As páginas da Web estáticas carregam mais rápido do que os sites dinâmicos porque tudo o que o servidor precisa fazer é servir os arquivos estáticos. Um site dinâmico, por outro lado, teria que analisar primeiro o script do lado do servidor. Em seguida, execute-o, chame o banco de dados para registros e verifique outras variáveis ​​ambientais antes de entregar o arquivo HTML final ao cliente.
  • Baixo uso de recursos – Você pode gerar suas páginas estáticas uma vez e servi-las apenas depois. Ou você pode gerar novamente as páginas todos os dias, a cada hora ou a cada minuto, dependendo de suas necessidades. Você acabará usando menos recursos do que um site dinâmico. E isso significa custos mais baixos também.
  • Melhor segurança – A arquitetura Jamstack oferece uma superfície de ataque menor para agentes mal-intencionados do que sites dinâmicos. Isso é ainda melhor quando todas as chamadas de API são feitas durante as execuções de compilação, portanto, um visitante da Web não tem ideia de quais serviços e protocolos da Web estão em uso.
  • Escalabilidade Fácil – Sites estáticos são mais fáceis de dimensionar porque usam muito menos recursos do que sites dinâmicos. Além disso, o banco de dados e outros problemas de gerenciamento de recursos são escassos ou completamente inexistentes.
  • Manutenção fácil – Sem infraestrutura para manter, sem rotinas de administração de banco de dados, sem patches de segurança e assim por diante.
  • Flexibilidade – Você pode adicionar e remover recursos facilmente. Você não depende de um banco de dados específico ou linguagem de script, exceto JavaScript e HTML. Altere uma linha e você estará conectado a uma API diferente.

Contras dos sites Jamstack

Os sites Jamstack também têm seus problemas, e aqui estão os mais notáveis.

  • Ainda não é uma tecnologia madura.
  • Você pode ter problemas se precisar de recursos dinâmicos.
  • A dependência de API pode ser problemática, embora seja rara.

Funções Jamstack e sem servidor

Embora os sites Jamstack usem páginas da Web estáticas, eles não são completamente estáticos. Porque você pode usar API e funções sem servidor para adicionar dados dinâmicos ao site.

Serviços como funções sem servidor em nuvem do Google, funções Netlify e o serviço de banco de dados Firebase facilitam a adição de dados dinâmicos a qualquer site Jamstack.

O repositório GitHub e controle de versão

Você pode hospedar suas páginas estáticas diretamente em um host Jamstack como o Netlify. Ou você pode hospedar seus arquivos de desenvolvimento em um repositório como o GitHub e permitir que um host como o Netlify os acesse e crie páginas estáticas sempre que precisar.

Além de oferecer um local para hospedar seu código, os repositórios de software facilitam o gerenciamento de diferentes versões do seu software. Assim, você pode reverter facilmente para uma versão estável anterior se descobrir problemas com a atual.

O GitHub facilita tudo isso para você. Além disso, você pode dar acesso explícito ao seu host Jamstack de escolha, como Netlify, para acessar e compilar seus novos dados sempre que fizer uma atualização.

Geradores site estático

Geradores de sites estáticos ou SSGs são ferramentas maravilhosas que permitem que pessoas menos experientes em tecnologia transformem sites dinâmicos em sites Jamstack modernos.

Alguns SSGs como Eleventy ou 11ty são projetados para minimalistas, enquanto outros como Gatsby vêm com todos os sinos e assobios que você pode desejar. Eles podem oferecer recursos como manipulação de imagens, layouts de sites compatíveis com dispositivos móveis, geradores de menus, paginação automática e assim por diante.

Os geradores populares de sites Jamstack incluem:

  1. Próximo.js
  2. gatsby
  3. 11 anos
  4. Nuxt
  5. Scully
  6. Hugo
  7. Jekyll
  8. Grelhado
  9. Vuepress

Estruturas JavaScript com foco na interface do usuário

A evolução das estruturas JavaScript focadas na interface do usuário impactou muito a evolução do Jamstack. Claro, você sempre pode usar JavaScript vanilla em seus sites estáticos, mas usar uma estrutura torna as coisas melhores e mais fáceis.

As estruturas JavaScript focadas na interface do usuário mais populares incluem:

  1. Reagir
  2. Angular
  3. vista
  4. Esbelto

Hospedagem Netlify e Jamstack

Todos os sites Jamstack precisam de hospedagem e um serviço como Netlify oferece gratuitamente. A Netlify está envolvida com o movimento Jamstack há muito tempo e oferece um modelo de preços freemium.

Mas, diferentemente dos cenários de hospedagem tradicionais, os serviços gratuitos de hospedagem Jamstack oferecem grande valor e desempenho. O plano gratuito da Netlify, por exemplo, inclui sites ilimitados, um painel rico, um CMS, funções sem servidore captura automática de dados de formulários enviados.

Outros serviços gratuitos de hospedagem Jamstack incluem:

  1. Vercel
  2. Oceano digital
  3. Aplicativos Web Estáticos do Azure

Sistemas de gerenciamento de conteúdo sem cabeça

O sistema de gerenciamento de conteúdo sem cabeça ou o conceito de CMS pode ser confuso para quem é novo no ecossistema Jamstack. Mas estar sem cabeça significa simplesmente que o software não está conectado a nenhuma plataforma.

Plataformas como WordPress e Drupal, por exemplo, vêm com sistemas de gerenciamento de conteúdo inseparáveis ​​da plataforma. Ou seja, você só pode usar o editor deles para publicar na plataforma da qual faz parte.

Os sistemas sem cabeça não são conectados a nenhuma plataforma. Em vez disso, eles se conectam por meio de APIs a várias plataformas, tornando-os ferramentas altamente flexíveis.

O software CMS headless mais popular em uso pelos administradores do site Jamstack inclui:

  1. tira
  2. NetlifyCMS
  3. Fantasma
  4. GráficoCMS
  5. Contente
  6. Silvicultura

Como construir um site Jamstack

Construir um site Jamstack à mão é simples. Aqui está como você faz isso:

  • Passo 1 – Projete o layout do seu site usando HTML e CSS.
  • Passo 2 – Adicione funcionalidade extra usando JavaScript.
  • Passo 3 – Adicione funções e solicitações de API.
  • Passo 4 – Carregue seus arquivos para seu servidor HTML.

Mas as etapas acima provavelmente são emocionantes apenas para geeks. Assim, diferentes desenvolvedores criaram ferramentas diferentes para ajudar não codificadores a entrar em ação sem ser um codificador mestre.

Aqui estão os outros métodos mais fáceis:

  1. Geradores site estático – São ferramentas como o Gatsby que facilitam a transformação de um site dinâmico existente em um site estático Jamstack. Eles têm funcionalidades diferentes e alguns incluem plugins especiais para determinadas plataformas como o WordPress.
  1. Ferramentas de projeto – São aplicativos de design como Stackbit e Builder.io, que facilitam o design de um site Jamstack moderno sem saber codificar. Simplesmente projete e implante.

Quando construir um site Jamstack

Embora a arquitetura do Jamstack possa não ser ideal para determinados tipos de sites, você pode usá-la com sucesso para os seguintes tipos de sites:

  • Sites Pessoais – Sites básicos que dizem ao mundo quem você é.
  • Websites da Empresa – Sites corporativos que incluem endereços, produtos, serviços e assim por diante.
  • Páginas de aterragem – Especialmente criado para capturar informações de visitantes da web.
  • Lojas de comércio eletrônico – Diferentes tipos de sites que vendem coisas online.
  • Blogs – Sites de conteúdo para atualizações regulares. Os SSGs até converterão seus sites WordPress automaticamente.

Conclusão

Chegamos ao final deste post sobre o Jamstack e tudo o que você precisa saber sobre ele. E você já deve perceber que o futuro da web está entrelaçado com o movimento Jamstack.

Se você é novo no desenvolvimento da Web, deve adotar o Jamstack sem demora. E se você é um desenvolvedor web experiente da velha escola, pergunte a si mesmo se quer ficar para trás.

Nnamdi Okeke

Nnamdi Okeke

Nnamdi Okeke é um entusiasta de computadores que adora ler uma grande variedade de livros. Ele tem preferência por Linux sobre Windows/Mac e tem usado
Ubuntu desde seus primeiros dias. Você pode pegá-lo no twitter via bongotrax

Artigos: 278

Receba materiais tecnológicos

Tendências de tecnologia, tendências de inicialização, análises, renda online, ferramentas da web e marketing uma ou duas vezes por mês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *