Como executar aplicativos Mac no Linux

Procurando uma maneira de instalar e executar seus aplicativos Mac em sua caixa Linux? Existem duas possibilidades aqui. Continue lendo para descobri-los.

Uma desvantagem de se mudar para Linux é que você sente falta de alguns programas do seu sistema operacional anterior. Você às vezes deseja que eles sejam executados em sua *nix box.

Isso não é mais um problema para aplicativos do Windows, mas e os aplicativos para Mac? Você pode executá-los no Linux, e quão fácil é isso?

A resposta é sim você pode. Existem dois métodos de execução de aplicativos Mac no Linux e são eles:

A. Usando o emulador Darling
B. Usando uma máquina virtual

Usando o emulador Darling

O emulador Darling visa tornar o uso de aplicativos Mac no Linux tão fácil quanto o Wine feito usando aplicativos Windows. Darling está atualmente nos estágios iniciais de desenvolvimento, então ainda há um longo caminho a percorrer.

Sua principal limitação é que você só pode usá-lo para executar programas de linha de comando no momento. Portanto, se você planeja executar um aplicativo GUI (Graphic User Interface), deve aguardar quando e se o Darling oferece suporte a aplicativos GUI ou usar a opção 2 deste guia, que certamente funcionará.

Existem duas partes do pacote Darling e você precisa baixar e instalar ambas para que funcione. Um é o próprio emulador, enquanto o outro é o módulo do kernel.

A seguir está um guia passo a passo para instalar o Darling no Ubuntu 18.04. Ele usa o comando gdebi, que automaticamente satisfaz e instala todas as dependências do pacote para você.

- Baixe os arquivos darling e darling-dkms em https://github.com/darlinghq/darling/releases

- Pressione Ctrl + T para abrir um terminal

- cd para seu diretório de downloads e digite o seguinte comando para instalar o módulo do kernel. Responda sim ao prompt digitando 'y'

sudo gdebi querido-dkms_0.1.20200331.testing_amd64.deb

- Em seguida, instale o darling usando o seguinte comando:

sudo gdebi querido_0.1.20200331.testing_amd64.deb

- Quando a instalação estiver concluída, você poderá iniciar o emulador com o seguinte comando:

concha querida

Você pode então verificar se não é um shell Bash digitando o comando uname, no qual ele deve imprimir 'Darwin' e não 'Linux'.

Como executar aplicativos Mac no Linux usando uma máquina virtual

Você também pode executar aplicativos Mac em uma máquina virtual, como Virtualbox, Vmware ou KVM. A ressalva, no entanto, é que você precisa instalar o sistema operacional Mac primeiro, antes de instalar o aplicativo nele. A Apple também desaprova a instalação de seu sistema operacional Mac em hardware que não seja o Apple Mac.

Isso significa que você não pode baixar o Mac OS sem ter um computador Mac. E embora você possa decidir baixá-lo da Internet, não pode ter certeza da integridade do arquivo que está baixando. Algumas pessoas ganham a vida fazendo upload de software infectado por malware e você pode ser vítima.

Por outro lado, o Macos-virtualbox é um script Bash promissor, que baixa os arquivos diretamente dos servidores da Apple e cria uma máquina virtual para você. Isso garante que você está usando apenas software Apple genuíno.

Outra rota é pegar emprestado um Mac de um amigo e usá-lo para baixar uma versão atualizada do Mac, que você pode transformar em um arquivo de instalação ISO.

Aqui está como ir sobre todos os 3 métodos:

Método 1: Use o Macos-virtualbox

Cabeça sobre a GitHub e baixe o pacote. Tente também ler a documentação para entender melhor como funciona.

Macos-virtualbox

Abra um terminal, descompacte e execute o script usando os seguintes comandos:

cd

descompacte macos-virtualbox-master.zip

cd macos-virtualbox-master

./macos-guest-virtualbox.sh

Ele o guiará por todo o processo de download do software e criação da máquina virtual. Tudo que você precisa é sentar-se pacientemente e apertar o botão “Enter” quando solicitado.

Mas se por algum motivo não funcionar, você pode experimentar esses outros métodos.

Método 2: Baixar da internet

Passo 1: você terá que encontrar seu próprio arquivo na web porque a Apple desaprova a distribuição do Mac OS em dispositivos que não sejam o computador Mac. As próximas etapas pressupõem que você baixou um arquivo de máquina virtual (vmdk).

Passo 2: Instale o VirtualBox ou qualquer outro software de virtualização de sua escolha. Para o VirtualBox, use o comando abaixo para instalar o pacote com todas as adições extras de uma só vez:

sudo apt instalar virtualbox virtualbox-dkms virtualbox-ext-pack virtualbox-guest-additions-iso virtualbox-guest-utils virtualbox-qt

Passo 3: Inicie o VirtualBox e crie uma nova máquina virtual, usando o arquivo vmdk que você baixou.

Passo 4: Dê cerca de 4G de RAM ou mais, 128 MB de gráficos e 2 núcleos de CPU. Evite espaços no nome da sua máquina virtual. Você pode dar algo como “MyMacOS”.

Passo 5: Isso é importante. Saia do VirtualBox primeiro. Então dcarregue este script de shell

Configuração do VBox para Mac

Passo 6: cd (Change Directory) para o diretório em que você baixou o script e execute-o, assim:

cd

./setup.sh -v “MeuMacOS” -r 1920×1080

Onde MyMacOS é o nome que você deu à sua máquina virtual e 1920×1080 é a resolução de tela cheia ou a resolução que você deseja dar à máquina virtual.

Passo 7: Inicie o VirtualBox novamente e inicie sua nova máquina virtual Mac OS.

Método 3: Baixar de um Mac emprestado

Se você tiver acesso a um computador Mac real mais antigo que o Mac High Sierra, poderá usar as etapas abaixo para também criar uma máquina virtual Mac em sua caixa Linux:

Passo 1: obtenha acesso físico a um computador Mac. Pode ser seu ou pode ser emprestado de um amigo. Apenas certifique-se de que ele tem acesso à internet e você está pronto para ir.

Passo 2: Vá para a Mac Store e procure por High Sierra. Clique em Baixar.

Passo 3: Quando terminar e tentar iniciar a instalação, pressione Ctrl + Q para sair.

Passo 4: Abra um terminal em Aplicativos > Utilitários e digite os seguintes comandos:

hdiutil create -o /tmp/HighSierra.cdr -size 7316m -layout SPUD -fs HFS+J

hdiutil anexar /tmp/HighSierra.cdr.dmg -noverify -nobrowse -mountpoint /Volumes/install_build

asr restore -source /Applications/Install\ macOS\ High\ Sierra.app/Contents/SharedSupport/BaseSystem.dmg -target /Volumes/install_build -noprompt -noverify -erase

hdiutil desanexar /Volumes/OS\ X\ Base\ System

hdiutil convert /tmp/HighSierra.cdr.dmg -format UDTO -o /tmp/HighSierra.iso

mv /tmp/HighSierra.iso.cdr ~/Desktop/HighSierra.iso

É isso. Agora você tem um arquivo ISO inicializável na área de trabalho que pode ser instalado em sua máquina virtual. Copie-o em um pen drive e vá para a caixa do Linux para iniciar a instalação.

Conclusão

Você viu os diferentes métodos disponíveis para executar aplicativos Mac no Linux, apesar dos esforços da Apple em contrário.

O Darling Emulator é melhor para pequenos programas de shell. Caso contrário, se você precisar executar um programa GUI mais sério, use uma máquina virtual.

Nnamdi Okeke

Nnamdi Okeke

Nnamdi Okeke é um entusiasta de computadores que adora ler uma grande variedade de livros. Ele tem preferência por Linux sobre Windows/Mac e tem usado
Ubuntu desde seus primeiros dias. Você pode pegá-lo no twitter via bongotrax

Artigos: 278

Receba materiais tecnológicos

Tendências de tecnologia, tendências de inicialização, análises, renda online, ferramentas da web e marketing uma ou duas vezes por mês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *